Cooperativa agrupa esposas de PM’s

04/09/1999 / [13h:59m] - Segundo Nepomuceno, a idéia surgiu da experiência já existente no Ceará, e Rondônia se torna o segundo estado brasileiro a adotar tal procedimento. Entre as finalidades da cooperativa estão a geração imediata de 50 empregos, e os objetivos iniciais são a fabricação de roupas e utensílios para numa etapa posterior passarem à fabricação das fardas dos policiais militares, bombeiros, alunos do colégio Tiradentes, além de artigos de cama e mesa para os hospitais do estado.

 

Com o apoio do vereador Agnaldo Nepomuceno e incentivo por parte do governador José Bianco, reuniram-se na sexta-feira esposas de policias militares de Rondônia na cidade de Porto Velho para discutir a formação de uma cooperativa de costureiras e artesãos.

“A idéia já vinha sendo discutida há algum tempo, e o processo de formação da cooperativa está sendo solidificado”, afirma o vereador.

Segundo Nepomuceno, a idéia surgiu da experiência já existente no Ceará, e Rondônia se torna o segundo estado brasileiro a adotar tal procedimento. Entre as finalidades da cooperativa estão a geração imediata de 50 empregos, e os objetivos iniciais são a fabricação de roupas e utensílios para numa etapa posterior passarem à fabricação das fardas dos policiais militares, bombeiros, alunos do colégio Tiradentes, além de artigos de cama e mesa para os hospitais do estado.

Nepomuceno enumera diversas vantagens do fornecimento dos uniformes por parte da cooperativa, tais como a geração de empregos imediatos, o custo menor para as instituições, e a circulação de capital dentro de Rondônia.

O local onde a cooperativa deve funcionar é dentro do antigo quartel da PM, que estava desativado e será reformado para atender os cooperados.

Segundo o vereador, “empresas que normalmente fornecem estes materiais não gostaram da iniciativa das esposas dos militares, mas o benefício social da cooperativa não deixa margem para dúvidas, e esta idéia pode melhorar muito o padrão de vida das famílias de militares”.

Fonte: O ESTADÃO DO NORTE

Agnaldo 1580 - FISCALIZAÇÃO

26/09/2014

Agnaldo Nepomuceno - Porto Velho/Rondônia